Resenha: Belle

“Je défie les incendies, les inondations, et même l’enfer pour être avec vous.”

Belle

Sinopse – Belle – Lesley Pearse

Londres, 1910. Belle, de 15 anos, viveu em um bordel em Seven Dials por toda sua vida, sem saber o que acontecia nos quartos do andar de cima. Mas sua inocência é estilhaçada quando vê o assassinato de uma das garotas e, depois, pega das ruas pelo assassino para ser vendida em Paris.

linha blog 2

Ler Belle é como fazer uma jornada, uma que você com certeza não vai esquecer muito fácil. Belle é com certeza um dos livros mais perfeitos que eu já li.  A escrita é perfeita, são mais de 500 páginas e eu não fiquei entediada em nenhum momento.

A escrita do livro é bem verdadeira, então saiba que muitas das cenas de sexo são bem descritas, mas não chega a ser um 50 Tons de Cinza da vida. O sexo não é foco principal do livro, ele simplesmente é tratado como uma coisa natural.

Os personagens são muito bons, mas não espere gostar deles logo no começo. Como eu disse ler Belle é uma jornada e com o tempo você vai conhecendo cada personagem melhor, até você ter certeza que gosta deles. Aliás todas as personagens femininas desse livro são fantásticas.

– Você deve ser uma prostituta. Você vive num bordel!
(…) – Se eu morasse em um palácio não seria obrigatoriamente uma rainha

A personagem principal, a Belle é simplesmente uma das melhores personagens que eu tive o prazer de ler. Você ama ela dês da primeira frase do livro (literalmente). Ela é irônica, corajosa, esperta mesmo sendo bem nova.

Belle não é uma menina comum, ela é especial, e isso a acompanha durante toda a história e eu não tenho palavras para dizer como eu amei ela.

Falando sobre a prostituição, o tema é bem tenso, principalmente o que leva as meninas a entrarem nesse ramo. Mas é legal ver que as prostitutas no livro são apenas mulheres comuns que tentam superar o que aconteceu de ruim na vida delas e até tiram um pouco de diversão do trabalho que elas têm e não ficam se lamentando 24 horas por dia.

” — Pessoas respeitáveis, frequentadoras de igreja, parecem não perceber que fomos feitos para gostar de sexo. Não serve apenas para fazer bebês, querida. Amar uns aos outros no sentido físico faz bem para todos nós, é a cola que mantém um casamento em pé e torna-o feliz. Se as esposas dos homens que atendemos aqui aprendessem a gostar de trepar, não haveria a necessidade de existirem casas como a minha. “

Conclusão: Eu recomendo demais. Ler Belle é como fazer uma viagem, junto com essa protagonista incrível que você não vai esquecer tão cedo.

2 comentários sobre “Resenha: Belle

  1. Eu vi esse livro numa Saraiva daqui e fiquei simplesmente ENCANTADA com a capa. A sinopse já me lembrava um pouco Memórias de uma Gueixa, mas depois de ler sua resenha parece que são livros quase iguais. Como adorei Memórias de uma Gueixa, acho que vou dar uma chance para Belle da próxima vez que for a livraria, hehe. :3

    Nayh’s Wonderland

    • Eu sou louca pra ler Memórias de uma Gueixa, eu gostei bastante do filme, mas o livro deve ser incrível. Nunca tinha pensado como as historias são realmente parecidas rsrsr…. Se você gosta de livros desse tipo acho que você vai gostar de Belle.
      Obrigado por comentar e visitar o blog : )

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s