Crítica: Short Term 12

O que falar de um filme que me deixou sem palavras

short_term_12

A sinopse:  Short Term 12 ou Temporário 12 é contado através dos olhos de Grace, uma supervisora de vinte e poucos anos de uma instalação adotiva para adolescentes em risco. Mas seu passado difícil e o futuro surpreendente que de repente se apresenta a jogam numa confusão imprevista, piorada com a chegada de uma nova admissão na unidade: uma adolescente talentosa mas problemática com quem Grace tem uma conexão carregada.

linha blog 2

Curiosidades: No Imdb a nota dele é 8,1 de 10. Já no Filmow a nota dele e de 4,3 de 5. Ou seja, as pessoas também gostaram.

Sobre os atores: Todos eles estão meio que irreconhecíveis, já que a intenção do filme é fazer eles parecerem pessoas o mais comuns possíveis. John Gallagher Jr já fez um musical incrível chamado Spring Awakening, ou seja, ele canta bem pra caramba, mas nesse filme só atua muito bem mesmo.

Já Brie Larson foi a Envy, a ex namorada do mal do Scott Pilgrim Contra o Mundo. Eu não sabia que ela era tão boa assim. Os outros atores mesmo iniciantes, e na maioria jovens, são todos incríveis, sem exceções.

A parte boa: Tudo é incrivelmente bem feito. O filme te leva de um extremo pra outro de uma forma que você nem vê o tempo passar. A comédia é extremamente bem colocada junto com a parte drama, nenhuma exclui a outra e ambas são incríveis.

O roteiro é fantástico, falar sobre coisas tão sérias e tão fortes sem cair no drama completo e sem apelar é um feito incrível. Quase nenhum filme hoje em dia faz drama sem apelar para musiquinha triste no fundo, isso me irrita demais. 

As melhores partes: Tem várias, as histórias do Mason, as reuniões de grupo, praticamente todos os momentos da Jayden e do Marcus. Em especial a história que a Jayden (Kaitlyn Devre) escreve, que é uma cena perturbadora e sensível. E a cena do Rap escrita e cantada pelo Keith Stanfield (Marcus) que é a minha preferida de todas.

 

Os Personagens: São tão bons e bem interpretados que é capaz de jogar vários outros filmes lá em baixo. Especialmente a Grace que é uma personagem meio difícil de intender e confusa, mas em nenhum momento irritante. O Mason é incrível. A Jayden é genial e as outra crianças são muito boas também.  

Sobre o final: Eu amei o final, porque simplesmente não é perfeito, e mesmo assim ele não deixa de ser um final feliz.

tumblr_mydes4GctL1rom1zko6_500

Conclusão: Parece que eu escrevi demais e ainda não consegui explicar o quanto esse filme é bom. E ele não é simplesmente bom, ele é um dos melhores filmes que eu já vi.

Um comentário sobre “Crítica: Short Term 12

  1. Pingback: Achados e perdidos da web: 4º Semana | Quase Igual

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s