Crítica: Unfriended – Amizade Desfeita

Como assustar a geração internet

Amizade desfeita

Sinopse: Quando um vídeo constrangedor de Laura Barns (Heather Sossaman) cai na internet, a menina tira a própria vida no pátio da escola. Um ano depois, um grupo de seis amigos conversam via Skype e percebem que há uma sétima pessoa desconhecida na videoconferência, que revela ser sua ex-colega de classe, Laura, exigindo saber quem postou o vídeo que a levou à morte.

linha blog 2

Crítica: Unfriended ou Amizade Desfeita é o primeiro filme que eu conheço que foi feito para ser visto em uma tela de computador. Não importa se a resolução é ruim ou se a tela não é tão grande, ver esse filme no computador é a graça da coisa.

Nós vemos o filme inteiro apenas com uma visão, que é a tela do computador de Blaire (Shelley Hennig). E essa simulação de uma tela de computador é assustadora logo no começo. A familiaridade que a gente tem com os barulhinhos do Skype e do Facebook, a falta de uma visão maior do que está acontecendo, é tudo muito angustiante.

Além disso vários pequenos detalhes também colaboram, como as notificações que aparecem no topo da tela, as várias abas abertas. Tudo isso leva a uma sensação muito familiar e consequentemente assusta bem mais.

Uma coisa genial do filme é a forma que nós descobrimos mais sobre a personagem principal quando ela digita algo nas mensagens, mas volta atrás e apaga. Isso acontece várias vezes e é uma forma incrível de mostrar a personalidade dela com os poucos recursos que o filme tem.

Unfriended2

O filme tem cerca de uma hora e meia e em nenhum momento eu fiquei entendiada, na verdade, esse é um filme muito divertido, o que é um grande elogio já que filmes de terror muitas vezes não são nada legais.

Chega em um ponto em que o filme te prende de verdade, onde eles têm que jogar um certo jogo, que você fica completamente imerso. A ideia de fazer os próprios amigos se virarem um contra os outros, leva o filme para outro nível, um muito mais psicológico do que sobrenatural.

A Shelley Hennig como protagonista faz um ótimo trabalho, e todos os outros também, levando em conta que eles provavelmente estavam atuando sozinhos para uma câmera. Mas, claro, o filme tem seus defeitos como os personagens completamente estereotipados, os famosos jumpscares e outros clichês do terror.

O que mais me deixou decepcionada foi o final, pois ele chega muito perto de ter um final genial, mas larga tudo para ter um final padrão dos filmes de terror atuais. Mesmo assim ainda é um final bom – mas poderia ser ótimo.

O filme utiliza uma maneira atual de discutir sobre a internet e a repercussão que as suas atitudes podem ter dentro dela. Ele também dá um tapa na cara das pessoas que ficam julgando os outros enquanto elas também fazem parte do problema.

Unfriended

Concluindo: Unfriended ou Amizade Desfeita é divertidíssimo, dá medo na medida certa e é um filme que pede para ser visto em uma tela de computador. O filme estréia dia 12 de novembro aqui no Brasil.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s