Popcorn Time – Filmes com qualidade e de graça

Hoje vim compartilhar uma das melhores coisas que aconteceu com a internet de uns tempos pra cá, isso se chama Popcorn Time.

A pipoquinha mais simpática do mundo

A pipoquinha mais simpática do mundo

Popcorn Time é um programa que a partir de torrents espalhados pela internet, oferece um vasto catálogo de longas-metragens e séries de TV que podem ser conferidos em alta resolução. Com ele, você não precisa procurar um arquivo ou baixar um programa especializado, basta escolher a produção desejada, estourar a pipoca e começar a sessão.

É isso gente, parece que é mágica, mentira ou que em algum momento vai aparecer uma telinha mandando a gente pagar se quiser continuar assistindo, mas não acontece. O Popcorn Time é mesmo um programa de qualidade com várias opções de séries e filmes incríveis com uma ótima qualidade, a maioria com a opção legendado e tudo isso sem pagar nada e sem propaganda.

Tudo que você tem que fazer é ir no site deles e baixar a versão apropriada para o seu computador. Quando instalado vai estar lá o ícone da pipoca sorridente no seu desktop, é só clicar e você estará no paraíso dos filmes e séries. Escolha o que você quiser assistir e clique em legenda na parte inferior a sua direita e escolha a bandeira do Brasil que na maioria das vezes está lá. E pronto, como eles mesmo disseram agora é só aproveitar a pipoca.

Como nem tudo é perfeito o Popcorn Time ás vezes trava (pelo menos no meu computador) e deixa de carregar o catálogo de filmes, mas sempre volta em pouco tempo ou reiniciando o PC.

Popcorn Time

É isso gente, espero que vocês tenham gostado da dica. Atualmente o programa tem a maioria dos filmes que concorrem ao Oscar deste ano e todos ele valem muito a pena. Principalmente Garota Exemplar e Boyhood, mas isso já fica pra outro post.

Gostou do post? Curta a nossa página no Facebook para receber outras dicas !

 

 

Heathers – Atração Mortal

“Se você fosse feliz todos os dias da sua vida, você não seria humano. Você seria um apresentador de game show.”

Heathers o musical

A sinopse: Veronica Sawyer (Winona Ryder) é uma jovem que convive com três patricinhas chamadas Heather, que têm por função única na vida serem adoradas. O comportamento delas e dos amigos que as cercam é tão pedante que Veronica sente vontade de matá-las. Após começar a namorar Jason Dean (Christian Slater), um outsider, é que as mortes se tornam realidade, mas sempre simuladas, como se fossem um suicídio.

linha blog 2

A Parte Boa: Eu não era nascida em 1988 quando Heathers foi lançado e aposto que você lendo isso também não. Só fui descobrir Heathers porque agora ele foi transformado em um musical – Aliás ele é muito bom, já devo estar viciada em umas 3 músicas embora seja quase impossível achar o show inteiro online.

Se você gosta de Meninas Malvadas e As Patricinhas de Beverly Hills, Heathers pode muito bem ser a mãe e o pai desses dois. Temos o grupo das abelhas rainhas que são as Heathers, a Verônica que é a menina que meio que entrou pra aquele mundo sem querer, os excluídos, os atletas, a divisão de grupinhos.

E você aí achando que Meninas Malvadas era um filme muito original. Não desfazendo de Meninas Malvadas que amo do fundo do meu coração. Heathers simplesmente é o Meninas Malvadas dos anos 80.

Pegue a fórmula de Meninas Malvada junte com assassinato, suicídio, psicopatas, cigarros, humor negro, um romance não tão romance, questões filosóficas e pronto, você tem a história maravilhosa de Heathers. Sim, é bem mais chocante do que Regina George sendo atropelada por um ônibus.

tumblr_n7dka1Ir8A1qa70eyo1_r1_500

Também tem frases maravilhosas como essa

Para um filme que é a definição de humor negro, Heathers não é um filme ofensivo, só trata de assuntos polêmicos de uma forma tão sem noção e fora dos limites que chega a ser engraçado. Heathers tem essa parte de retratar a escola como é ou foi para nós e brinca com o fato de todos nós, em algum ponto da nossa vida, achamos que a escola era o inferno na terra.

Mesmo sendo um filme que foi lançado a 26 anos atrás ele fala sobre assuntos tão atuais que chega a ser assustador. Como um filme dos anos 80 tem a capacidade de falar de certas coisas que em 2014 ainda são consideradas tabus? E como já falei, não é ofensivo. As pessoas confundem demais politicamente correto com o completamente ofensivo.

A parte ruim: É um pouco pesado demais pra ser uma comédia, pode te deixar um pouco desconfortável. Mas isso é intencional, e é o que faz Heathers não ser só mais um filme adolescente.

Atualização: Agora o filme está disponível no Popcorn Time com legendas em português.

tumblr_n8xnr3N6ST1r9nm7io1_500

E a protagonista do filme é a Winona Ryder que é o ser humano mais bonito da face da terra

A conclusão: Adorei o filme. Me diverti demais assistindo, vale muito a pena ver.

Gostou do post? Curta a nossa página no Facebook para receber outras dicas !

Playlist de Halloween

”Mas o marido estava de quatro, arrastando-se ferozmente pelo chão, à procura da mão do macaco. Se pudesse ao menos encontrá-la, antes que aquela horrível coisa lá de fora entrasse! Uma verdadeira saraivada de batidas repercutiu pela casa, e ele ouviu o arrastar de uma cadeira, que a esposa estava colocando junto da porta. Ouviu, ainda, o ruído do ferrolho ao ser aberto lentamente; no mesmo instante, achou a mão do macaco, e, freneticamente, bradou seu terceiro e último desejo.”

– Trecho do Conto: A mão do macaco.

linha de blog

1. Spooky Scary Skeletons – Remix 

2. Rihanna – Disturbia

3. Bonnie McKee – Sleepwalker

4. Fall Out Boy – My Songs know what you did in the dark 

5. Yeah Yeah Yeahs – Heads Will Roll (A-Trak Remix)

6. Marina and the Diamonds – Living Dead 

7. Panic! At The Disco – New Perspective

8. Blink-182 – I miss you

9. White Stripes – Little Ghost

10. Glee – Time Warp

linha de blog

Resenha: Cidade do Fogo Celestial

Livremente servimos porque livremente amamos”

Cidade do fogo celestial

 

Sinopse: Cidade do Fogo Celestial – Os Instrumentos Mortais – Vol. 6 – Cassandra Clare

ERCHOMAI, Sebastian disse. Estou chegando. Escuridão retorna ao mundo dos Caçadores de Sombras. Enquanto seu povo se estilhaça, Clary, Jace, Simon e seus amigos devem se unir para lutar com o pior Nephilim que eles já encararam: o próprio irmão de Clary. Ninguém no mundo pode detê-lo, deve a jornada deles para outro mundo ser a resposta? Vidas serão perdidas, amor será sacrificado, e o mundo mudará no sexto e último capítulo da saga Os Instrumentos Mortais.

linha blog 2

Acho que eu devia começar essa resenha parabenizando Cassandra Clare, não que ela vá ler essa resenha um dia, mas não custa nada mesmo. Escrever um livro para nós, seres humanos normais já é uma perspectiva quase impossível, imagina então escrever uma série, sabe o trabalho que isso deve ter dado?

E ainda mais uma série que não é ”meia boca” ou ”boba”  como algumas pessoas costumam pensar. Os Instrumentos Mortais é uma série muito boa. Além disso a Cassandra Clare conseguiu criar um mundo com diversas possibilidades de histórias e personagens e isso é incrível.

Eu não vou comparar esse livro com os outros da série porque não lembro muito bem deles, mas falo que com certeza ele é um dos três melhores da série. Infelizmente não achei o livro tão espetacular como queria ter achado, queria que ele fosse tão bom quanto o cidade de vidro, mas eu simplesmente não achei.

O ritmo do livro é muito bom e a última parte foi uma surpresa quanto a mudança do cenário. E eu sempre amei o humor dos livros, mas as piadinhas nesse livro se superaram, estavam fantásticas e servem para quebrar um pouco da tensão da guerra.

  • Alec: I did not make a pie, for three reasons.
  • Alec: One, because I do not have any pie ingredients.
  • Alec: Two, because I don’t actually know how to make a pie.
  • Jace: And three?”
  • Alec: Because I am not your bitch.

O prêmio de maior evolução de personagem vai pra Maia que me enganou no começo do livro, com um drama muito bobo. Mas dai acontece uma coisa que é talvez o maior spoiler desse livro, e a Maia não para de ficar incrível, todas as cenas delas são consequentemente muito boas.

Se eu durante todo o livro não estava me tocando que era realmente o final, no último capítulo me bateu uma tristeza de estar acabando a séries que me lembrou o que eu senti com o final de Harry Potter. O Prólogo é de tirar o folego, ao mesmo tempo que ele é um final feliz, é um final meio melancólico, e sinceramente, achei perfeito.

Eu adoro essa capacidade da Cassandra Clare de não importa o quão lento for o livro ela vai sempre dar um jeito de fazer um final tão bom que equivale a tudo que estava faltando.

Mesmo com toda a tristeza do fim dessa saga eu confio até demais que Os Artifícios das Trevas vai ser uma nova série tão boa quanto. E também confio demais na Emma como a nova protagonista, se ela já é badass desse jeito com só 12 anos imagina mais velha. E os 2 conflitos principais dela são coisas que eu quero muito ver o desenrolar.

Conclusão: Como não amar essa série? E como não amar esse último livro?

 “Porque o mundo não é dividido em especial e extraordinário. Todo mundo tem o potencial de ser extraordinário. Contanto que você tenha uma alma e vontade, você pode ser qualquer coisa, fazer qualquer coisa, escolher qualquer coisa.

tumblr_n8v2v2jOCy1r80kcoo1_1280

Ilustração linda que eu achei no tumblr: taratjah.tumblr.com

Crítica: Guardiões da Galáxia

I-I-I-I-I’m HOOKED ON A FEELING

Guardioes da Galaxia

A sinopse: O impetuoso aventureiro Peter Quill se vê como objeto de uma caçada implacável após roubar uma misteriosa esfera cobiçada por Ronan, um vilão poderoso com ambição que ameaça todo o universo. Para fugir do determinado Ronan, Quill é forçado a fazer uma complicada aliança com um quarteto de desajustados – Rocket, um guaxinim atirador, Groot, uma árvore mutante humanoide, a mortal e enigmática Gamora e o vingador Drax, o Destruidor.

linha blog 2

A parte boa: Nem sei por onde começar, porque tudo em Guardiões da Galáxia acabou sendo muito legal. Em vários momentos vendo o filme eu me peguei dando risada que nem uma criança fascinada no cinema. O filme é verdadeiramente muito engraçado, pelas piadas que são ótimas e também pela situação ser completamente maluca.

A Marvel foi muito inteligente de fazer esse filme não se levar muito a sério. Afinal não tem como levar um grupo de heróis completamente malucos, desajustados e desconhecidos muito a sério.

Uma das coisas que a maioria das pessoas notou é que a trilha sonora é fantástica, feita só de musicas clássicas, antigas e boas, que fazem você sair da sala do cinema questionando seu gosto musical atual. Essa trilha sonora vai fazer muita criança dos anos 2000 começar a gostar de escutar clássicos. Minhas preferidas do Awesome Mix, Vol. 1 são Hooked On a FeelingCome and Get Your LoveCherry Bomb e claro Ain’t No Mountain High Enough.

gamora

Gamora ❤

Terem chamado o Chris Pratt para o papel principal foi perfeito, eu era uma das pessoas que não conhecia ele, mas ele é um ator muito bom e engraçado interpretando o Star Lord. E a Zoe Saldana está linda fazendo a Gamora.

E como não amar Rocket e Groot, melhor dupla do cinema. Me fizeram chorar no final do filme, mesmo eu sabendo como terminava. E falando nisso, o final não poderia ter sido melhor. Nada mais digno terminar a história deles em umas das cenas mais hilárias e fofas dos filmes da Marvel.

A parte ruim: O 3D poderia ter sido melhor. Só isso mesmo.

A melhor parte: A melhor definição de roubo já feita na historia do cinema, por Rocket Raccoon.

tumblr_n9fbjvhP0n1tzjz2jo4_500

E essa cena ?

tumblr_n9fbjvhP0n1tzjz2jo5_500

⭐ ⭐ ⭐ ⭐ ⭐

Conclusão: Divertido, sem noção, empolgante, tudo na medida certa. Tudo que um filme de super heróis deveria ser. #FicaADica

Vlogs para melhorar o inglês

tumblr_namy552nXh1thhft6o1_500

Eu sou uma grande defensora de pessoas que aprendem coisas do seu próprio jeito. Quando comecei minhas primeiras aulas de inglês já sabia um pouco mais do que a maioria das pessoas da minha turma e tinha um amor maior pela língua porque ouvia músicas em inglês praticamente todos os dias e procurava a tradução de quase todas. Assim fui aprendendo e não consigo descrever quanto todas essas idas ao Vagalume me ajudaram.

Voltando ao ponto desse post, para falar inglês muito bem, na minha opinião, não é preciso apenas ir as aulas (não importa o lugar) e passar nas provas, mas sim escutar e ver coisas relacionadas a língua constantemente. Por isso aqui tem uma lista dos meus vloggers Americanos e Britânicos preferidos, para acompanhar e passar horas vendo e escutando. Não se preocupe com a dificuldade, todos esses falam um inglês bem leve e fácil de entender pra quem tem uma base legal. Se você achar difícil eu recomendo que você continue persistindo e não desista, com o tempo tudo fica mais fácil.

linha blog 2

Anna Akana

A Anna Akana é uma ótima comediante, além de ser muito inteligente. Seu vídeos são todos muito bem feitos e bem curtinhos, do tipo que você não para de ver mesmo depois de já ter visto várias vezes cada um. Eu indico demais o canal dela, é um dos meus preferidos atualmente.

linha blog 2

Tyler Oakley

Tyler Oakley já é bem conhecido, ele foi um dos primeiros vloggers a ser reconhecido pelos vídeos que fazia. Ele é engraçado, espontâneo, um pouco sem vergonha e isso faz seus vídeos serem muito legais. Além disso ele faz parcerias Hilárias com outros Youtubers que valem muito a pena conferir.

linha blog 2

Michelle Phan

Já a Michelle Phan faz os tutoriais de maquiagem mais incríveis da internet, além de ter uma voz muito bonita. Perfeito para quem gosta de se arriscar mais na maquiagem e pegar alguns truques mais simples, mas muito bons.

linha blog 2

Poland Bananas Books

Tá certo, a Christine do Poland Bananas Books fala um pouco mais rápido e é um pouco mais hiperativa do que o resto dos vloggers aqui. Mas o canal dela é tão legal e os videos são tão divertidos que é impossível não falar dela. Além disso o canal dela é um canal originalmente literário, onde ela faz resenha de vários livros legais.

linha blog 2

Zoella

Deixei a Zoe por último porque ela não é americana e sim britânica e o sotaque britânico é um pouco mais difícil de entender, mas só porque a maioria de nós não está acostumado a escutar com a mesma frequência. Mas Zoe Sugg está recentemente sendo minha Youtuber preferida. Mesmo com a minha aversão a Beauty Gurus a Zoe é mega diferente, extremamente legal e uma ótima pessoa pra você levar com referência na vida.

Gostou do post? Curta a nossa página no Facebook para receber outras dicas !

Crítica: La belle et la bête

Sentimentos sãoFáceis de mudar…

la belle et la bete

 A sinopse: La belle et la bête se passa no ano de 1810, onde um naufrágio leva à falência um comerciante (André Dussollier), pai de três filhos e três filhas. A família se muda para o campo e Bela (Léa Seydoux), a filha mais jovem, parece ser a única a se entusiasmar com a vida rural. Quando o pai de Bela arranca uma rosa do jardim de um palácio encantado, ele é condenado à morte pelo dono do castelo, um monstro (Vincent Cassel).

linha blog 2

A parte boa: Quem nunca viu o clássico A Bela e a Fera da Disney? Eu inclusive quando era pequena obriguei meus pais a me levarem no cinema para ver na segunda exibição do filme, mesmo que eu já tivesse visto em casa 1300 vezes.

A Bela e a Fera tem com certeza um lugar no meu coração, então eu fiquei muito feliz vendo esse filme, mesmo não tendo quase nada parecido com o desenho da disney é impossível não comparar os dois ou não ficar lembrando das musiquinhas em algumas cenas parecidas. Ponto pela nostalgia.

Léa Seydoux é a nova queridinha do mundo, depois que ela protagonizou Azul é a Cor Mais Quente. E eu gostei dela como a Bella, ela é muito delicada, parece uma princesa mesmo. Da Fera não da para dizer muita coisa, já que na maior parte do filme ele é feito em computação, mais o ator que faz ele é ótimo também.

la belle et la bete

Não tenho palavras pra descrever como os cenários e os figurinos são maravilhosamente lindos e como tudo é bem feito. Dá a impressão de um verdadeiro conto de fadas, uma mistura do real e do imaginário. Eu daria tudo pra ver esse filme em uma tela de cinema ou em qualquer lugar que não fosse a telinha do meu notebook. Update: Aparentemente o filme vai passar nos cinemas daqui em outubro, e isso me fez uma pessoa feliz.

A parte ruim: O roteiro é o pior problema desse filme, tudo acontece muito rápido e não dá pra ver em que momento a Bella começa a gostar mesmo da Fera. E eu sei que é um conto de fadas e quem precisa de um roteiro mega elaborado? Mas eles capricharam tanto nos flashbacks podiam ter caprichado na história de romance atual também.

Mas mesmo que o roteiro tenha várias falhas esse filme é uma adaptação muito melhor, por exemplo, do que a Alice do Tim Burton ou Branca de Neve e o Caçador. Talvez os franceses devessem fazer as adaptações dos contos de fadas daqui pra frente.

la belle et la bete

 

Conclusão: Eu adorei. Pela nostalgia, pela atriz, e mesmo com os probleminhas no roteiro. Só a fotografia já vale todo o filme.